segunda-feira, 3 de julho de 2017

Capitão Cometa - A Nação - 1964

Capitão Cometa foi publicado em A Nação no ano de 1964.


A Nação era um tabloide paulistano das empresas O Esporte e A Hora que circulou entre 1963 e 1964, tendo como diretor-presidente J. B. Viana de Morais, como redator-chefe Nabor Caires de Brito e como editor de arte Luís Sanches.

Capitão Cometa teve revista própria pela editora Pan Juvenil, que viria a se transformar na Edrel. Segundo Gonçalo Silva Jr. em seu livro Maria Erótica e o Clamor do Sexo: "Minami criou suas duas primeiras revista: Piadas Populares e Capitão Cometa, ambas a partir dos clichês de Sanches. Capitão Cometa era uma tira diária de um curioso super-herói desenhada por Fernando de Almeida. Saiu apenas um número da revista, em formato reduzido, quase de bolso, que trazia na capa e dentro a marca Minami Keizi Produções".

Duas capas de Fernando para a editora Pan Juvenil.

Na apresentação da revista podemos ler: "Estamos penetrando num mundo fantástico da ciência, num mundo onde tudo pode acontecer e vamos conhecer o Capitão Cometa, rei do espaço. Capitão Cometa cruza o universo encontrando no seu trajeto as mais estranhas aventuras, defendendo os fracos e oprimidos, tornando-se assim um herói do espaço. A sua nave carrega o símbolo da justiça. Piratas e bandoleiros do espaço temem-no pois seus punhos justiceiros estão sempre ao seu encalço. E assim... estamos entrando num mundo de amanhã seguindo o valoroso Capitão Cometa...".

Sobre Fernando de Almeida pouco se sabe. Segundo o site Guia dos Quadrinhos: "Desenhista e publicitário brasileiro, cuja carreira nos quadrinhos começou nos anos 60. É mais lembrado por fazer a arte-final de muitas histórias em quadrinhos produzidas pelo estúdio de Minami Keizi, em São Paulo. Esses quadrinhos eram uma atividade paralela, que Almeida fazia à noite, após o expediente na J.W. Thompson". Fernando frequentemente trabalhava em parceria com José Carlos de Almeida.

Fernando e José Carlos de Almeida na revista Estórias de Guerra nº 01 - 1966

Nenhum comentário: