segunda-feira, 30 de junho de 2014

Florisvaldo, o vagabundo - Projeto Tiras - Ed. Abril - 1979




"A iniciativa (Projeto Tiras) serviu para Igayara desengavetar um de seus personagens mais queridos, "Florisvaldo", publicado no jornal "Última Hora", durante dois anos, na década de 1960. "Foi a minha criação mais subversiva porque ele era um vagabundo, um Carlitos e um apêndice de Zé Carioca". Na tira, o desenhista aproveitava algumas piadas que não cabiam na linha politicamente correta de "Zé Carioca", por exigência dos Estúdios Disney. "Criei um sujeito que tomava pinga e ia preso apenas para poder comer de graça na cadeia, o que era inadmissível nas histórias do papagaio."

Trecho do livro "O homem Abril" de Gonçalo Júnior - Opera Graphica Editora


A versão década de 60 do personagem.

Imagem do livro "Curso Completo de Desenho Artístico" de Jayme Cortez, Editora Divulgação Artística.

Em seu livro "O Mundo dos Quadrinhos" de 1977, Editora Símbolo, Ionaldo Cavalcanti escreveu: "Criação de Waldyr Igayara de Souza de 1964, esta série humorística era publicada em tiras diárias pelo jornal Última Hora, de São Paulo, entre os anos de 1964 e 1966.
Dentro daquele espírito engraçado que o caracterizava, o vagabundo Florisvaldo junto com outros elementos de sua condição social, preferia dormir na companhia de um cão rabujento num pé de escada, onde a amizade é sincera e sem maldade."

Uma versão intermediária do personagem para o livro de Ionaldo Cavalcanti.

Nenhum comentário: