segunda-feira, 30 de junho de 2014

Florisvaldo, o vagabundo - Projeto Tiras - Ed. Abril - 1979




"A iniciativa (Projeto Tiras) serviu para Igayara desengavetar um de seus personagens mais queridos, "Florisvaldo", publicado no jornal "Última Hora", durante dois anos, na década de 1960. "Foi a minha criação mais subversiva porque ele era um vagabundo, um Carlitos e um apêndice de Zé Carioca". Na tira, o desenhista aproveitava algumas piadas que não cabiam na linha politicamente correta de "Zé Carioca", por exigência dos Estúdios Disney. "Criei um sujeito que tomava pinga e ia preso apenas para poder comer de graça na cadeia, o que era inadmissível nas histórias do papagaio."

Trecho do livro "O homem Abril" de Gonçalo Júnior - Opera Graphica Editora


A versão década de 60 do personagem.

Imagem do livro "Curso Completo de Desenho Artístico" de Jayme Cortez, Editora Divulgação Artística.

Em seu livro "O Mundo dos Quadrinhos" de 1977, Editora Símbolo, Ionaldo Cavalcanti escreveu: "Criação de Waldyr Igayara de Souza de 1964, esta série humorística era publicada em tiras diárias pelo jornal Última Hora, de São Paulo, entre os anos de 1964 e 1966.
Dentro daquele espírito engraçado que o caracterizava, o vagabundo Florisvaldo junto com outros elementos de sua condição social, preferia dormir na companhia de um cão rabujento num pé de escada, onde a amizade é sincera e sem maldade."

Uma versão intermediária do personagem para o livro de Ionaldo Cavalcanti.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

O Veterinário - ECAB - 1977



Distribuído inicialmente pela ECAB (Editora Carneiro Bastos) em 1977, O Veterinário foi incluído em 1979 no Projeto Tiras da editora Abril, tornando-se um dos seus carros-chefe. 

"O Veterinário é um médico dos mais variados animais da fauna terrestre. Em seu consultório, o veterinário, chamado Dr. Zoófilo, conversa com seus pacientes e soluciona os inúmeros problemas, com seu olhar clínico e humano, deste vasto mundo animal. Assim, com muito humor, o cartunista Primaggio cria as mais engraçadas e estranhas situações por meio de um personagem hilariante, gozador, e, também, profundo conhecedor de sua atividade profissional."

O texto acima foi retirado do folheto promocional enviado pela editora aos jornais. As tiras apresentadas foram publicadas pela Gazeta de Vila Prudente, na época, impressa em processo tipográfico e podia-se perceber que eram reproduzidas a partir de clichês metálicos.

terça-feira, 24 de junho de 2014

Sujismundo - Projeto Tiras - Ed. Abril - 1979



Sujismundo foi criado por Ruy Perotti no início dos anos 1970 para uma campanha educativa governamental. Para encabeçar o novo projeto a Editora Abril queria um personagem forte e conhecido e pediu ao autor que retomasse a criação no formato de tiras diárias. Apesar de uma resistência inicial, Ruy topou a parada e a tira começou a ser distribuida junto às criações dos outros autores.


Sujismundo chegou a ter uma revista própria que misturava quadrinhos e passatempos em 1977 e algumas aventuras publicadas na revista Gabola, do mesmo autor.



Revista Gabola - editora Abril - 1977

Revista Diversões nº 95 - editora Abril - 1977


Cena de um comercial do Sujismundo


Cena do episódio The Super Woman dirigido por Ruy perotti no filme Vozes da Fome - 1974.

sábado, 21 de junho de 2014

Zé Pessimista - Projeto Tiras - Ed. Abril - 1979





Por Izomar.

Zé Pessimista, como o próprio nome diz, é o típico sujeito sempre pronto a ver o lado ruim das coisas, em qualquer que seja a situação, e o que é pior, vai contaminando todos à sua volta. 
Imaginado por Izomar Camargo Guilherme para a primeira fase do Projeto Tiras da Editora Abril, que no final dos anos 70, visava criar uma agência distribuidora nos moldes dos syndicates norte-americanos, utilizando profissionais contratados da casa.
A intenção era atingir jornais de cidades do interior do país. Infelizmente, na época, a imensa maioria desses pequenos jornais era feita por processos tipográficos, o que obrigava a confecção de clichês em metal encarecerendo imensamente a reprodução das tiras e foi um dos fatores do fracasso da empreitada.

sábado, 14 de junho de 2014

O Saturniano - Projeto Tiras - Ed. Abril - 1979









Por Airon e Marcelo Barreto (Verde)

O Saturniano, por Airon e Verde para o Projeto Tiras da Editora Abril

Segundo Airon, O Saturniano foi "um projeto de juventude" dos autores, principalmente o Verde que na época tinha apenas 17 anos.

"outro grande projeto da Abril, na tentativa de fortalecer o mercado de quadrinhos brasileiros, foi o PROJETO TIRAS, criado em 1978. Dirigido por Ruy Perotti e coordenado por Wagner Augusto, funcionava como os syndicates americanos, distribuindo tiras de personagens brasileiros por vários jornais do país. Para essa empreitada, Primaggio Mantovi lançou O VETERINÁRIO, Carlos Avalone apresentou o seu CARRAPICHO (lançada em título próprio nos anos 1980), Renato Canini apresentou o indiozinho TIBICA (publicado recentemente pela Saraiva) e Ruy Perotti trouxe para as tiras o SUGISMUNDO (sucesso em comercial de tv). O projeto durou pouco mas rendeu uma sobrevida para alguns artistas, que continuaram a publicar seus personagens em jornais, mesmo após a extinção do núcleo."