quarta-feira, 1 de junho de 2016

Canarinho, o super-herói de Otávio


Essa edição é muito especial! Resgata um grande tesouro; tratam-se de três aventuras em formato de tiras de jornal criadas pelo grande cartunista, caricaturista e chargista Otávio Câmara de Oliveira ou simplesmente Otávio. Um excepcional artista e jornalista do traço.

Em 1967, Mauricio de Sousa começa uma nova empreitada. Reuniu quase uma dezena de quadrinhistas nacionais e ocupou por alguns meses meia página do jornal “Última Hora” de São Paulo, com tiras diárias, algumas com aventuras continuadas e outras com piadas avulsas. Essa verdadeira aventura durou de 12 de dezembro de 1966 a 25 de maio de 1967. Mauricio de Sousa, através de sua distribuidora, publicou trabalhos de Osvaldo Talo, Zezo, Luscar, Alvarez, Vilmar e seus próprios personagens, como o Mug

Um desses trabalhos foi muito especial, foi a primeira tira publicada pelo chargista e cartunista Otávio. Ele era desenhista do jornal e diariamente publicava ilustrações caricaturas, charges e dezenas de comentários gráficos dos fatos do dia. Ao que parece Otávio foi convidado por Mauricio de Sousa para ocupar um dos espaços disponíveis; Otávio optou por um super-herói; o Canarinho, que para se transformar num valente uniformizado comia alpiste. Otávio foi um dos profissionais mais constantes que publicaram tiras no jornal, foram quase cinco meses, o resultado impresso era de muito boa qualidade, com situações inusitadas e roteiro bem amarrado. Os desenhos eram ao estilo de Otávio: traços simples, caricaturais, muito bem delineados, com muita segurança e habilidade. Canarinho foi um personagem com argumentação muito diferente do que Otávio já produzia e do que ele publicou com o passar dos anos, especialmente nos jornais “Folha da Tarde” e “Notícias Populares”.  Um trabalho vigoroso e muito divertido.

Canarinho só saiu nas páginas do jornal e nunca mais foi publicado, injustamente esquecido e pronto para ser redescoberto, o super-herói é uma pequena, mas preciosa, demonstração do talento único de Otávio.
            
A edição também traz uma biografia de Otávio contando toda a sua trajetória artística e jornalística, uma entrevista com Maurício de Sousa comentando seus primeiros anos de produção, a distribuidora de tiras e sua inserção nos jornais, especialmente na “Folha de São Paulo” e na “Folhinha”. A publicação traz ainda uma análise de cada aventura do Canarinho e a capa realizada pelo filho de Otávio, também caricaturista, ilustrador, cartunista e artista plástico, Novaes.

Canarinho” é uma edição conjunta das Edições WAZ com a Inumanos Agrupados associadas à editora Laços. (36 pgs., tamanho: 16,5 x 26,5 cm., p&b, lombada canoa, R$ 26,00).

Para adquirir clique aqui.

2 comentários:

Mario Mastrotti disse...

Parabéns pela pesquisa e resgate histórico das tirinhas no Brasil.
Tiras Memory é uma grande amostra de nossa história em quadrinhos,tão pouco conhecida do grande público, principalmente das novas gerações.

Roger disse...

Parabéns pelo blog e pelo cuidado com que garimpou tantas informações já perdidas da nossa hostória nacional das HQ... eu desenhava para o Noticias Populares sob o nome de Roger, nos anos 80, várias tiras dentre elas Dr. Manitu. Se quiser algum material para contribuir com seu site por favor entre em contato comigo: badham@bol.com.br. Sucesso!